Carreira, escolhas e preocupações

Por Luis Pissaia*


Muitas pessoas, principalmente jovens me procuram para serem orientados sobre a carreira. Qual área seguir? Qual o melhor curso a ser cursado no próximo ano? Estou formado, e agora? Esses questionamentos articulam e são esmiuçados a seguir.


Várias são as interlocuções que abarcam a compreensão de carreira, por si só, trata da trajetória de cada indivíduo. Atualmente não estimulo a utilização da nomenclatura “trajetória profissional” por delimitar somente o espaço destinado ao arcabouço profissional, sendo que a denominação simplificada de “carreira” conduz a uma possibilidade de integrar o indivíduo em sua completude.


Sendo que a completude em carreira é norteada por vários fatores determinantes e condicionantes, sendo culturais, físicos, econômicos, políticos, ambientais, dentre tantos outros. Cada fator determina as necessidades e possibilidades de desenvolver uma carreira individual. Talvez seja por esse motivo que ocorram tantas dúvidas e preocupações quanto às escolhas.


Contudo, chega um momento que a necessidade de optar por um caminho se faz presente, e nem tudo são flores nesse caminho. Vários são os riscos em se escolher uma trajetória insatisfatória para os ideais de vida.


Por esse motivo, indico a realização da mensuração desses ideais ou objetivos de vida, sendo um exercício básico de planejamento do futuro. Nesse exercício ocorre o levantamento de todos os sonhos, ambições e necessidades de vida e traça-se um caminho ou trajetória para atingi-los, desta forma fica claro o traçado de carreira esperado, reduzindo a preocupação nas escolhas.


Durante esse processo de escolha e desenvolvimento da carreira indica-se que a formação seja generalista, vistas as necessidades do mercado de trabalho e a vasta ampliação de possibilidades de atuação e inovação na área definida. Uma dica muito importante para quem está em processo de formação da carreira, é que tire proveito de todas as possibilidades de angariar conhecimentos, pois são esses momentos que propiciam a compreensão e vivências de uma diversidade de posicionamentos e processos necessários ao futuro.


É importante que a reflexão se faça presente em todo o processo, com o intuito de avaliar se a trajetória seguida condiz com os ideais almejados ou, esses ideais modificaram-se com o passar do tempo, sendo muito comum, principalmente na atualidade. A construção da carreira é continua, não pode ser interrompida e sim que seja flexível e passível de alterações durante o percurso, para reposicionamentos e adequações às expectativas e necessidade do indivíduo.


Assim, aos que estão aflitos sobre as escolhas de futuro, peço que desenvolvam inicialmente a calma e tranquilidade em definir aquilo que esperam. Realizem o exercício indicado no texto, ele me auxilia diariamente no direcionamento da carreira de vida e compreensão das diferentes possibilidades existentes no caminho.


E, acima de tudo, se responsabilizem pelas decisões e trabalhem nos objetivos traçados. Verifiquem pontos de mudança ou melhoria e foquem naquilo que realmente importa no contexto da carreira, nunca se esquecendo da nossa essência humana, construindo uma trajetória critica e reflexiva, utilizando o conhecimento de maneira ética e condizente com as individualidades e a coletividade.


Sobre o autor:

*Enf. Me. Luís Felipe Pissaia 

COREN/RS 498541


Mestre e Doutorando em Ensino

Especialista em Gestão e Auditoria em Serviços da Saúde


Docente Universidade do Vale do Taquari - Univates 


Enfermeiro de Rel. Empresariais - Marketing e Relacionamento Unimed VTRP

CONTATO

(51) 3209.9879

(51) 99982.4717 / (51)  99338.6335

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone Google+
  • YouTube - Círculo Branco