Vermes - um perigo silencioso

Por Luigi Bitencourt


Os cães e gatos, independente do local que frequentam, estão expostos à sujeira e vermes durante toda sua vida. Apesar de muita gente desconhecer, os tutores devem utilizar medicamentos adequados para combater esses vermes que podem ocasionar doenças e até mesmo óbitos se não for tratado corretamente.



vermes em cachorros e gatos
Imagem de Ri Butov por Pixabay.


Como saber se meu PET está com vermes?


Em geral os sintomas podem ser leves a moderados no início, mas se o animal apresentar algum dos sintomas abaixo, leve-o no veterinário para averiguar. Os sintomas mais comuns são:


· Vômitos

· Dor abdominal

· Coceira excessiva

· Presença de pontos brancos nas fezes

· Apatia


Como escolher o vermífugo ideal?


Leve o pet no veterinário, desde filhote, e peça uma indicação do remédio ideal, pois existem inúmeras marcas e tipos. E nunca automedique seu animal, pois qualquer medicação, se consumida na dosagem errada pode ocasionar malefícios ao mesmo. Outra dica muito importante é sempre comprar em locais de confiança e desconfiar de valores muito abaixo do normal, pois infelizmente, hoje em dia, a falsificação de medicamentos pets é um fato muito presente.


Como dar o remédio para o pet?


Em geral os vermífugos são por via oral. Tente dar o remédio para o seu cão, mas se ele não quiser comer misture com alguma ração ou alimento favorito. Mas sempre preste muita atenção se o pet engoliu o comprimido, pois é muito comum eles cuspirem ou vomitarem o remédio, o que diminui ou inviabiliza a total eficácia do mesmo.


Também existem opções de remédios que são aplicados na pele, caso seu animal não conseguir aceitar o medicamento oral.


Qual periodicidade do medicamento?


Essa pergunta não tem uma resposta exata, pois a periodicidade varia conforme os hábitos do animal, tendo em vista se ele passeia muito em ambientes externos ou se ele interage com muitos animais diferentes, entre outros fatores. Porém nunca atrase a reaplicação do medicamento, pois poderá ser bem mais complicado combater os vermes que futuramente podem surgir. E mais uma vez reitero que a periodicidade do medicamento deve ser indicada por um profissional capacitado.



Autor: *Luigi Bitencourt é um jornalista apaixonado pelo mundo pet.

Para ler mais matérias em sua coluna clique aqui.