Por um fio - Como se estabelecem as relações entre as pessoas?

Por Vanessa Campos


Outro dia estava filosofando sobre a vida e lembrei de uma reflexão que gostaria de compartilhar com vocês: como se estabelecem as relações entre as pessoas?


Demorei a entender... ainda não compreendo tudo, relacionar-se é a coisa mais simples e complexa que pode existir. Antagônica. Intrigante. Delicada. Fácil. É contradição pura. O ser humano não é conta matemática, nem teorema numérico. Somos infinitas possibilidades.


Poderia entrar em pânico pensando assim e imaginar que nunca iria conseguir compreender as relações humanas. Vivo disso, tentar desvendar os comportamentos, os sentimentos que interferem positiva e negativamente em cada sujeito. Então, criei a seguinte cena mental: cada um de nós está ligado ao outro por um fio, como se pegasse um cordão amarrasse na cintura, passasse para outra pessoa ela fizesse o mesmo e assim sucessivamente.



Essa corda tem várias texturas, tamanhos, densidades e elasticidades. Conforme as pessoas se relacionam, ela altera. O que as modifica? Atitudes, falas, gestos, cobranças, aceitações, brigas, amor, enfim, tudo que envolve uma relação afetiva. Assim, a corda se transforma. Algumas ficam mais elásticas e mais sólidas. Engrossam. Essas são difíceis de romper. Ligam as duas pessoas de forma tranquila e serena. Por exemplo: aquela amizade de anos que, mesmo sem se falar sempre, sabem poder contar um com o outro.


Existem também aquelas cordas que estão tão esticadas a ponto de romper a qualquer momento. Algum movimento, sentimento ou interferência pode fazer que ela se parta. E aí? Essas relações têm mais chance de terminar. Quando já não existe corda, “já era”. Acabou!


Muitas vezes tentamos fazer um remendo, mas remendo é remendo – nunca fica igual. Outras vezes, as pessoas estão tão distantes uma da outra que a corda fica tão fina e já não faz mais sentido mantê-la. Qual meu conselho? Sempre lembrando, né! Se conselho fosse bom eu não dava... vendia! hehehe. Cuida das cordas que são importantes para ti. Não estique. Não tencione. Leve solto. Molinho. Não aperte nem afrouxe demais. Sabia que ela está ali e cuide para nunca se romper. Fácil? Pelo contrário. Complexo. Particular. Delicado. Não existe lógica...nem receita, porque somos , com a Graça de Deus, únicos!


Um grande beijo.

Vanessa Campos

CONTATO

(51) 3209.9879

(51) 99982.4717 / (51)  99338.6335

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone Google+
  • YouTube - Círculo Branco