A grama do vizinho

Por Vanessa Campos


Outro dia recebi via WhatsApp uma foto de uma grande amiga da época que tinha 15-16 anos de idade. Muito bom. Sério! O ser humano se supera. Me lembrei e vi na foto que fiz por um tempo permanente no cabelo. Sim acreditem! Tenho cabelo liso, escorrido. Acho que eu longo de toda minha vida não fiz 10 escovas e nem 5 chapinhas no cabelo. Sou da cultura que o bonito é o natural..., mas na época dos meus 15- 16 meu sonho de consumo era se crespa.




Acho a coisa mais linda, charmosa e sexy do mundo uma pessoa crespa. Loira ou ruiva então é um sinônimo de perfeição. Esse era meu sonho: ser crespa, mas crespa mesmo! Então convenci minha mãe a me levar no salão de beleza para me transformar. Ficava horas com um produto no cabelo com cheiro de ovo podre...nossa como era ardido aquilo. Ficava dias com aquele odor. E pior de tudo parecia um cachorro poodle que tinha tomado um banho de chuva...o cabelo não ficava crespo nem liso- coisa mais horrorosa do mundo. Mas pasmem me achava diva e maravilhosa.


Daí entra o assunto de hoje: a grama do vizinho! A grama do vizinho é sempre melhor que a tua. Acho que é o ângulo. Ela parece mais fofa, mais verde, mais saudável. Querem ver: vou dar alguns exemplos que vocês irão concordar comigo. A nossa grama não é satisfatória sob as nossas exigências. Quem é lisa quer ser crespa (eu no caso- ainda quero muito- queria né!). Quem é loira quer ser morena (no parto da minha filha quando médico falou: ” estou vendo a cabeça” – eu perguntei – vê se pode um negócio desses- em pleno trabalho de parto normal ter essa preocupação: “É loira ou morena? “- ele: “morena” Eu – “ainda bem” – porque acho mais bonitas pessoas com o cabelo castanho/preto- nós loiras sofremos vários preconceitos ao longo de nossa vida- outro dia falo sobre isso). Quem tem muita bunda não quer ter- daí tem 445 mil justificativas. Quem tem muito seio reduz, quem tem pouco coloca. Quem é alta quer ser mais baixa e vice-versa. Nunca está satisfatório.


Senhor do céu! É algo quase bizarro! Quantas vezes desejei ser “mignon”? Varias. Tenho uma amiga que qualquer roupa que ela coloca fica bem. É o maior nojo do mundo ir numa loja com ela. Eu não! Tem roupas que me caem bem outras que fico parecendo um saco de batata. O que fazer? Ginástica 4 X por semana, não comer doce, não comer pão. Ser refém desse negócio. Já falei que na próxima vida se não nascer cachorro de madame quero ter 1,60, pé 35, manequim 36- tudo certo. Se tiver que ser grande (como sou) que venha tipo Ivete Sangalo ou Beyonce- daí está valendo! Hehehe. Como não tenho outra alternativa me amo mesmo assim...e a grama do vizinho? Moro num prédio que só tem calçada assim não se corre o risco!


Um beijo até semana que vem.

Vanessa Vampos

CONTATO

(51) 3209.9879

(51) 99982.4717 / (51)  99338.6335

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone Google+
  • YouTube - Círculo Branco