Meu... - Por Vanessa Campos

Hoje compartilharei uma historia com vocês que escuto desde o dia que me entendo por gente. O interlocutor, meu pai, por diversas vezes, me contava a mesma com lágrimas nos olhos. Eu achava aquele gesto “bonitinho“. Hoje entendo a sua emoção.



Dizia ele: "depois que tu nasceu resolvemos que tu não tomaria banho (eu achava aquilo muito estranho). O médico te limpou somente com água, sem nenhum outro tipo de produto. E minha filha, teu cheiro foi a coisa mais fantástica que senti. Tu ficou sem tomar banho por uns meses e tinha um cheiro doce que nem sei te descrever. E sabe o mais incrível?! Que tu teve esse cheiro até teus 12/13 anos. Quando entrou na puberdade ele mudou.


Vi meu pai relembrar essa história diversas vezes. Eu adorava escutar dele o quanto meu cheiro era especial, único!


Pois então… chego ao dia de hoje, 10 dias do seu falecimento. Me dei conta que eu nunca mais sentirei o cheiro dele. Meu Deus! Fiquei muito triste e então entendi porque ele se emocionava ao contar essa história. Não sei que cheiro eu tinha! Mas sei o DELE.

Marcante, intenso, quente, forte. Como ele! Pode ser que os cheiros sejam definidos pela personalidade das pessoas. O do pai certamente que sim. Sei que faz parte do ciclo da vida essa dor. Sei que temos que nos despedir dos nossos pais. Também sei que a vida dele foi como ele desejou. E que a viveu de forma plena! Mas não posso fingir que isso tudo não me traz uma dorzinha no peito.


Queria poder guardar num frasquinho o cheiro dele e eventualmente quando a saudade apertasse eu fosse lá acalentar meu coração.


A vida é feita de dores e amores. Do doce e do amargo… não me dou ao luxo de não viver cada momento. Seja ele qual for! Não me deixo consumir porque sei que vivemos ondas de emoções… um constante movimento. A vida! Isso meu pai me ensinou! Entre outras tantas coisas! Tranquilizo você, meu leitor, que mesmo triste estou bem … porque respeito e sou muito grata a todos os ciclos da vida.


Um beijo no coração de todos!



Psicóloga Vanessa Campos