top of page

Meditação pode aliviar os sintomas da menopausa

Durante a menopausa, muitas mulheres enfrentam diversos sintomas, como as ondas de calor, insônia, mudança de humor, ressecamento vaginal e aumento no cansaço. Embora seja uma transição natural, essa fase pode ser especialmente desafiadora considerando a saúde mental e, segundo estudo da University College London, cerca de 40% delas têm um risco maior de experimentar a depressão em comparação com aquelas que ainda não estão na perimenopausa. Isso acontece por causa da redução nos níveis de estrogênio deste período, uma vez que esse hormônio afeta o metabolismo de neurotransmissores como dopamina, norepinefrina, endorfina e serotonina, que são fundamentais na regulação dos estados emocionais. 

 


A prática regular de meditação e yoga pode contribuir para a melhora da qualidade de vida das mulheres e técnicas como a mindfulness, que envolve focar a atenção no momento presente, têm mostrado benefícios na redução de sintomas como insônia e irritabilidade. Além disso, a meditação pode ajudar a equilibrar o humor e a promover um estado de relaxamento profundo. 

 

“Seja a menopausa natural, que acontece por conta do processo de envelhecimento, ou a induzida por uma cirurgia ou medicação, em qualquer um desses contextos, há mudanças físicas e mentais. A meditação e yoga são práticas mente e corpo que nos apoiam em ambas as esferas físicas e mentais, equilibrando o funcionamento hormonal e de neurotransmissores do corpo, melhorando a qualidade do sono, regulando a liberação de serotonina, melhorando o humor”, diz Regina Chamon, hematologista e professora de meditação da Plenapausa, empresa que visa levar informação, cuidado e tratamento para mulheres.  

Regina Chamon, hematologista e professora de meditação da Plenapausa
Regina Chamon, hematologista e professora de meditação.

A meditação não substitui a necessidade de acompanhamento médico, mas pode ser uma ferramenta poderosa para complementar os tratamentos convencionais. Ao incorporar a prática na rotina, é possível encontrar um alívio mais natural e sustentável para os desafios deste período, promovendo um maior equilíbrio físico e emocional nessa fase da vida.  

  

Plenapausa 

Primeira Femtech no Brasil com foco na saúde da mulher a partir da menopausa. Entendendo que hoje, no Brasil, são cerca de 35 milhões de mulheres em idade menopausal e 85% delas sentem os sintomas em maior ou menor grau. Ainda que parte do público feminino desconheça os sintomas, a Plenapausa tem como missão gerar informação, cuidado e tratamento às mulheres durante essa fase, que a partir de pesquisas e dados, busca constantemente criar soluções efetivas para esse público. A femtech recebeu aceleração da Matter, maior hub de inovação em saúde dos Estados Unidos.  


Fonte: Assessoria de Imprensa

Commenti


bottom of page