Existe limite de idade para o tratamento ortodôntico?

Atualizado: 1 de Ago de 2019

aparelho dentário em idosos
Banco de Imagens

A RESPOSTA É NÃO! Hoje em dia a expectativa de vida tem aumentado, sendo que a faixa etária 80+ é a que mais tem aumentado no mundo. Por isso cada vez mais adultos buscam qualidade de vida, estética e saúde também para seu sorriso.

O número de pacientes, com mais de 50 anos de idade, que usam aparelho ortodôntico tem aumentado muito. Essas pessoas estão dando mais atenção a saúde bucal do que gerações anteriores.

Uma oclusão equilibrada significa saúde. A utilização do aparelho além de alinhar os dentes melhora a função mastigatória, corrige espaços causados por traumas ou perdas dentárias para que próteses possam ser instaladas, e também auxiliam nos problemas relacionados a ATM (articulação temporo madibular).

Muitas vezes dores de cabeça, dores musculares na face e quebra de dentes estão relacionados ao desequilíbrio da mastigação e à sobrecarga dos dentes. Os dentes tortos podem causar diversos problemas de saúde que podem ser solucionados com o tratamento ortodôntico.

O tratamento em pacientes adultos requer mais cuidado pois com o passar dos anos podemos apresentar perda de tecido gengival e também perda óssea além do desgaste dentário causado pela própria mastigação e escovação. Pacientes com histórico de próteses, implantes e restaurações dentárias também merecem uma atenção especial

Existem técnicas diferenciadas para o tratamento ortodôntico que não apenas com os bráquetes metálicos. Para quem busca soluções estéticas existem os bráquetes transparentes de cerâmica ou, para quem quer mais conforto e um aparelho super discreto existem os alinhadores transparentes. E para quem quer menos tempo de tratamento dispomos de técnicas de aceleramento biológico como a Propel.

Com o cuidado necessário e um bom planejamento o tratamento ortodôntico é seguro para os pacientes adultos e recomendado não só pela melhora da saúde bucal mas para a melhora da auto estima e qualidade de vida dos pacientes.


Fonte: Ortodontia Prietsch