Articulações sobre a saúde do empreendedor

Por Luis Pissaia*


Quem nunca pensou em ter o próprio negócio? Fazer os horários flexíveis e ainda receber um retorno financeiro significativo e condizente ao status de dono do “próprio negócio”. Pode parecer um ideal inalcançável, mas estrutura-se como um sonho da grande maioria da população brasileira, principalmente nas últimas décadas quando o capitalismo estimulou as classes emergentes a buscarem um novo estilo de vida.



Contudo, ter o próprio negócio torna-se um caminho sinuoso à medida que o empreendedor se coloca frente às recessões financeiras, crises políticas e dificuldades no mercado de serviços, dependendo da área desejada. Nesse espaço de empreendedorismo a ansiedade toma conta, são investimentos, necessidade de inovação constante, criação de novos modelos de negócios e decisões importantes sobre o próprio futuro.


A gestão do negócio é a função do empreendedor, as decisões são inerentes ao cargo e necessárias para a sustentabilidade do sonho angariado. Mas, e como fica a saúde do empreendedor em meio à turbulenta rotina de gestor do próprio negócio?


A saúde do empreendedor fica a mercê de fórmulas mágicas que vendem negócios rentáveis e com o mínimo de esforço físico e mental, no entanto o caminho nem sempre é tão fácil e a poção pode dar errado e trazer a tona situações inesperadas. E como manter a saúde estável com uma rotina instável, permeada de surpresas, decepções e por vezes o fracasso do negócio?


Esse combo de situações e emoções deve ser conduzido com calma e segurança. O primeiro ponto a ser articulado é a noção de que o empreendedor é um individuo comum, igual a todas as demais pessoal do mundo, sendo assim, passível de situações orgânicas, como o cansaço e a ansiedade.


Nesse ponto é que está a grande dificuldade em manter um estado mínimo de saúde com a presença constante das pressões internas, ou seja, as cobranças do próprio indivíduo sobre a gestão do negócio, articulação com as relações afetivas familiares e de amizades. E ainda, as cobranças externas, vindas das demais pessoas que colocam expectativas inalcançáveis em empreendedores que nem sempre possuem a maturidade necessária para atingir um resultado satisfatório ou próximo do esperado.


O empreendedor nem sempre mensura o peso de ter o próprio negócio nas mãos, de estar à frente de decisões vitais e que por vezes ditam a situação de vida de outros indivíduos, sejam eles os sócios no negócio, funcionários e até mesmo o grupo familiar. Não é meu desejo contrariar a vontade de empreender, mas sim estimular o senso crítico e reflexivo sobre o planejamento saudável do caminho a ser percorrido, com vistas à manutenção da saúde individual e coletiva.




Para isso, indico que o empreendedor pratique o networking, colaborando para a socialização de ideias e formando laços de parcerias e trocas de experiências positivas, como meio de reduzir a ansiedade e estimular um planejamento real do negócio. Partindo desse patamar, é necessário estar atento ao corpo, o organismo apresenta sinais e sintomas quando precisa de ajuda, a atenção favorece a busca por auxilio e redução de agravos ocasionados pelo stress no processo de empreender.


Assim, a ajuda profissional se torna necessária para um prognóstico positivo e efetivo. Para cada situação há uma conduta específica e que busca restaurar a harmonia do individuo, mantendo-o estável e com qualidade de vida em seu cargo. Cargo esse que deve ser exercido com sensibilidade e transparência também nos sentimentos, à medida que a exposição saudável dos medos e anseios reduz as chances de pressões e expectativas desnecessárias e estimulam a colaboração e a amorosidade nos laços desenvolvidos.

Sendo assim, a saúde do empreendedor depende da gentileza com que ele cuida de si próprio. Um empreendedor saudável desenvolve um negócio também saudável, além de construir uma rotina benéfica para o seu organismo e colaborativa com a sociedade.


Sobre o autor:

*Enf. Me. Luís Felipe Pissaia 

COREN/RS 498541


Mestre e Doutorando em Ensino

Especialista em Gestão e Auditoria em Serviços da Saúde


Docente Universidade do Vale do Taquari - Univates 


Enfermeiro de Rel. Empresariais - Marketing e Relacionamento Unimed VTRP

CONTATO

(51) 3209.9879

(51) 99982.4717 / (51)  99338.6335

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone Google+
  • YouTube - Círculo Branco