top of page

Influência gótica na moda moderna


Atualmente, o estilo gótico está sendo muito explorado na cultura moderna. Podemos ver em passarelas, eventos, filmes, programas de TV e videoclipes. Porém, a maioria das pessoas tem uma noção muito vaga sobre esse estilo.


moda gótica
Foto: Reprodução.

Uma mistura de associações com catedrais medievais da Europa Ocidental, tribos selvagens e guerreiras e jovens diferentes com lábios negros e roupas com brasões de metal - isso é tudo que a maioria das pessoas pode dizer sobre o gótico. Enquanto isso, a influência gótica na moda moderna cresce exponencialmente, absorvendo as tendências da moda moderna, afetando-as.

No início dos anos 2000, o estilo gótico chegou aos desfiles de moda. O primeiro designer de renome mundial a adorar a estética gótica foi Alexander McQueen. As coleções estavam repletas de renda preta, saias bufantes e blusas com babados.

Hoje, os góticos modernos são jovens românticos desligados da vida. O estilo gótico não tolera cores quentes. Por se posicionarem como “filhos da noite”, os góticos não usam cores pastel ou chamativas, com raras exceções. Eles não tomam sol para ficarem pálidos e preferem acessórios feitos de metais brancos, como prata, ouro branco ou, na maioria das vezes, ligas metálicas de

baixo custo. Tradicionalmente, branca simboliza a luz fria e mortal da Lua. Ele enfatiza perfeitamente o traje gótico de luto e a palidez de seus rostos. As roupas góticas funcionam como um rótulo visual através do qual as pessoas com um certo humor emocional podem dizer aos outros membros de sua comunidade quem são. Por meio desse estilo peculiar e fora do comum, os

góticos simultaneamente se afirmam e “curam” seu próprio sentimento de alienação.

Gótico não é religião nem seita – São parte de uma subcultura – ou cultura alternativa –a subcultura Gótica é “laica”: um espaço aberto para pessoas de qualquer religião ou sem religião, desde que todos se respeitem mutuamente.


O estilo gótico é romântico e promove o individualismo e para os seguidores do gótico, esse estilo é mais do que um conjunto de clichês que associam o gótico a pontas, rebites, caveiras e simbolismo de vampiro. Para eles, o gótico é antes de tudo uma forma de auto expressão. Portanto, as roupas góticas funcionam como um rótulo visual através do qual as pessoas com um certo humor emocional podem dizer aos outros membros de sua comunidade quem são. Por meio desse estilo peculiar e fora do comum, os góticos simultaneamente se afirmam e se identificam.



*Dr. Luciane Feksa é Pós-Doutora em Ciências Biológicas (UFRGS), Farmacêutica Esteta (NEPUGA) e Proprietária na Feksa Beauty Place e Dandara Black, cosméticos para pele negra.

CONTATO

Instagram: @dralucianefeksa

Contato: (51) 996941106


Comments


bottom of page