Sbørnia em Revista aø Vivø ao ar livre na frente do Theatro São Pedro

Espetáculo que marca o início das comemorações dos 250 de Porto Alegre será dia 19 de dezembro, às 21h, com entrada gratuita

Depois de vencer o prêmio de melhor websérie brasileira no Rio WebFest 2021, a produção Sbørnia em Revista vai ser apresentada em um super espetáculo com convidados "espaciais". O show "Sbørnia em Revista aø vivø ao ar livre, em frente ao Theatro São Pedro", será dia 19 de dezembro, às 21h, com entrada gratuita. O evento marca o início das comemorações dos 250 anos de Porto Alegre.


Crédito da imagem: Nilton Santolin

"O Theatro São Pedro recebeu tão bem a cultura Sbørniana que praticamente se transformou na Embaixada da Sbørnia no Brasil. A famosa fachada neoclássica e sesquicentenária servirá de cenário para a nossa comitiva, contando com projeções que narram parte de sua história", comenta Hique Gomez. Ao lado de Hique, criador e diretor, os artistas que encarnam personagens da Sbørnia, como Simone Rasslan, Cláudio Levitan, Tales Melati e Gabriela Castro também estarão presentes. Além de convidados especiais como Samba Delas e Nitro Di.


Alexandra Amaral, percussionista e mestre de bateria, comandará uma seleção de integrantes de Escolas de Sambas para um momento épico em cena: a execução de dois samba enredos que homenageiam um dos mais belos teatros do país.


TRANSMISSÃO ONLINE


Se você não vai à Sbørnia, a Sbørnia vai até você. E leva o Theatro São Pedro junto. O show será transmitido, ao vivo, pela plataforma Cubo Play. Ingressos poderão ser adquiridos pelo link https://cuboplay.com.br/sbornia-em-revista.

E VEM AÍ

Nos dias 13, 14 e 15 de janeiro de 2022, no Bourboun Country, em Porto Alegre, está confirmada mais uma temporada de A Sbørnia Kontr'Atracka.

RELEMBRE ALGUMAS PECULIARIDADES DA SBØRNIA

A Sbørnia é uma ilha que se desprendeu do continente após sucessivas explosões nucleares e passou a flutuar errante pelos mares do mundo. Seu maior patrimônio é a Recykla Gran Rechebuchyn, a Grande Lixeira Cultural de onde são extraídos e reciclados os dejetos artísticos esquecidos por outras nações. Seu regime político é o Anarquismo Hiperbølico, o que faz com que todos os seus governos sejam provisórios. A religião oficial do país é o Votørantismo, pois os sbørnianos são radicalmente sonhadores e precisam muito acreditar no concreto. O esporte nacional é o Machadobol, mas não existem ídolos como os jogadores de futebol brasileiros, pois é muito raro que algum atleta sobreviva por mais de três partidas.

Kraunus e Pletskaya imigraram para o Brasil em 1984, devido aos ataques de tribos hostis, como os Menudos, ao seu país, e se tornaram embaixadores da cultura sbørniana com seu espetáculo marcadamente no estilo do Teatro Hiperbølico.

Em 2014, Pletskaya retornou em definitivo à sua terra natal, quando Nico Nicolaiewsky nos deixou, e dois anos mais tarde, Kraunus se juntou à pianista sbørniana Nabiha, vivida pela maestrina, pianista e atriz Simone Rasslan, para dar continuidade à saga com A Sbørnia Kontr'Atracka.

Além dos tradicionais espetáculos, que desde 1984 conquistaram fãs no Brasil e no exterior, Sbørnia invadiu outros formatos artísticos. Em 1990, Tangos e Tragédias em Quadrinhos, com criação de Cláudio Levitan e desenhos de Edgar Vasques, foi lançado pela editora L&PM, e ganhou duas novas edições em 2007 e 2017. Em 2013, a Sbørnia chegou às telas do cinema, com o longa de animação "Até Que a Sbørnia nos Separe", dirigido por Otto Guerra e Ennio Torrezan, hoje os mais novos brasileiros membros da academia de cinema de Hollywood.

FIQUE POR DENTRO:

O que: Sbørnia em Revista aø Vivø ao ar livre, em frente ao Theatro São Pedro

Onde: Theatro São Pedro

Quando: 19h de dezembro

Horário: 21h

Entrada: gratuita