E lá se foram 10 anos...


Por: Vanessa Campos*


Esse mês faz 10 anos do início da “virada” da minha vida . Lembro como se fosse hoje uma amiga me convidando para a palestra do pai dela sobre administração do tempo.


Eu, como não faço nada pela metade me joguei de corpo e alma! Imaginei os detalhes. E me reportei para aquele lugar. O palestrante então perguntou algo mágico. E foi aí o meu insight. “Tentem descobrir como se sentem estando nesse lugar.” Meu Deus! Minha vontade era de tudo um pouco! Sair correndo para conseguir realizar aquele sonho. Senti um quente no meu coração. Uma mistura louca de adrenalina e esperança. Uma emoção muito forte que tomou conta de mim.

Era pura motivação!


Calmamente o palestrante solicitou que voltássemos para o presente e que então escrevêssemos numa folha tudo o que tínhamos experienciado. Foi a glória! Permaneci em êxtase!

Foi então que a “paulada” veio! Ele disse: “Agora sendo totalmente sinceros com vocês mesmos- me digam o que cada um de vocês está fazendo para que esse sonho se realize?”(pausa dramática)


Me lembro que subitamente me deu uma vontade de chorar! Se eu pudesse sentaria no meio fio e choraria por horas e horas . Me lembro que foi como um balde de água fria! Lembro também que pensei : “sinceramente Vanessa tu não está fazendo quase nada”.



Confesso que não me interessei sobre o tema, mas fui. Tenho dessas… tipo um cutuco intuitivo. Era tarde da noite, tive que ajeitar a logística já que tinha minha filha pequena. Palestrante muito articulado, ideias interessantes. De repente pá! Eu adoro atividades vivenciais em palestras - acho que podemos refletir sobre nossas vidas. Ele fez a seguinte proposta:” Agora fechem seus olhos … imaginem onde vocês gostariam de estar daqui a 10 anos. Qual o desejo de vocês mais íntimo… Imaginem o lugar, com quem vocês estão, a roupa.” E assim ele foi descrevendo a experiência para que cada um de nós tivéssemos a sua própria vivência.


Quando tudo terminou tinha vontade de me enfiar debaixo da cama para nunca mais sair . Passei dias com aquilo na cabeça. Matutando! Digerindo! Aceitando ! Sendo honesta comigo mesma!

Pensei : “quando tu desistiu dos teus sonhos ?” Eu sei bem quando e porquê mas isso é assunto para outro dia! Foram alguns dias tentando planejar na minha mente como iria retomar o rumo das coisas. Foram alguns anos para organizar tudo. Foram inúmeras noites sem dormir. Várias privações. Choros silenciosos no banho. Inquietações , angústias.


Foram tantas dificuldades. Foram tantas pessoas que me apoiaram. Que me ajudaram nesse caminho. Que me aceitaram nas minhas potências e me ajudaram nas dificuldades. Foram 4 pós graduações, 2 terapias. Mil cursos de autoconhecimento. Meditação , reza! Ginástica, boxe, golfe! Encontros lindos …. Outros doloridos. Momentos difíceis… outros maravilhosos!


Meu único sentimento era de persistência! Vou fazer esse negócio funcionar! Quando chegar nos 10 anos quero estar onde eu desejei. Não desisti! Nos dias ruins dormia e sabia que amanhã seria um outro dia. Meu foco era na esperança de momentos melhores. E quando estava vivendo algo incrível meu foco era viver aquele instante como se ele fosse único . Então acabei vivendo intensamente.


E hoje quando olho onde estou digo com todo o orgulho que sim eu cheguei naquele lugar. Na verdade não é a cidade, nem a roupa, nem o cheiro e sim a sensação! Hoje encontrei a liberdade! Tirei as máscaras que por tantos anos fizeram parte da minha vida . Sou livre dentro de mim. Sou coerente dentro do meu coração. Erro?! Muito! Me equívoco ?! Também! Acho que essa nessa busca pelo lugar perfeito de 10 anos atrás me encontrei comigo!


Como me sinto ?! Humana. Mesmo nos piores dias me sinto forte e sei que minha principalmente característica irá me ajudar: a persistência. E o lugar ?! Vocês devem estar se perguntando qual era. Não importa mais.



Psicóloga Vanessa Campos