3 caminhos para ser autêntico

Por Luis Pissaia*


Em um mundo globalizado, onde as pessoas são banhadas por milhares de informações diariamente, a autenticidade passa a ser um item de luxo, indagada somente para aqueles que realmente a desenvolvem. A autenticidade gira em torno da compreensão de que os indivíduos são únicos, e por esse motivo há certos aspectos que se diferenciam dos demais e o tornam como uma forma de expressão singular.



Contudo, ser autêntico em uma sociedade que impõe padrões de comportamento e até pensamento, é complicado e beira a excentricidade em alguns grupos culturais. Dessa forma, compreendo que a autenticidade é a forma de expressão de cada indivíduo e por este motivo, merece ser desenvolvida e aflorada para o mundo.


Dessa forma, elenco três caminhos para ser autêntico na sociedade contemporânea.


1º Autoconhecimento: O primeiro caminho é aquele que mais valorizo, é a compreensão do Ser sobre Ele mesmo. O autoconhecimento baseia-se na observação do indivíduo enquanto ator principal da sociedade, com um papel de suma importância na comunidade e que possui uma história. A história é formada pela cultura, pelos rituais e crenças transmitidas de geração em geração, além de toda a bagagem que é construída diariamente nos diferentes ciclos vitais.


2º Construção: Sempre tive um carinho muito grande por esta palavra, talvez porque ela representa o movimento de mudança, de ampliar horizontes e alçar novos degraus em forma de objetivo, parecido com o significado da “escada”. Outro aspecto que para mim está intrínseco a palavra é a fluidez de desconstruir e reconstruir padrões de vida, ou seja, a capacidade de ser adaptável e volátil ao ambiente e às metas desejadas.


3º Compartilhar: O terceiro caminho é aquele que relaciona a capacidade do ser humano em construir uma trajetória de vida baseada no compartilhamento de ideias e objetivos em comum. A troca de experiências, os momentos de reflexão e o trabalho em equipe são parte fundamental da autenticidade, fazendo com que o individuo desenvolva sua autonomia e discernimento sobre o seu espaço no mundo.


Em suma, esses três caminhos formam a base para qualquer indivíduo desenvolver a autenticidade perante a sociedade em que vive. A construção de cada caminho ou de ambos é individual e fazem parte do desenvolvimento dos ciclos de vida do ser humano.


Ser autêntico é um diferencial almejado por muitos, mas alcançado por poucos. Vários são os que se perdem nos caminhos da busca, iludidos por ofertas momentâneas, e vencedores são aqueles que trilham com persistência e alavancam cada degrau da vida.



Sobre o autor - *Enf. Me. Luís Felipe Pissaia  - COREN/RS 498541

Mestre e Doutorando em Ensino

Especialista em Gestão e Auditoria em Serviços da Saúde

Docente Universidade do Vale do Taquari - Univates 

Enfermeiro de Rel. Empresariais - Marketing e Relacionamento Unimed VTRP